top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

MIRAI: COMENDA ATAULFO ALVES FAZ HOMENAGENS A VARIAS PERSONALIDADES



A Prefeitura Municipal de Mirai realizou no dia 02 de Maio de 2023, juntamente com o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Miraí, um evento para entrega da COMENDA ATAULFO ALVES e o Título de GUARDIÃO DA MEMORIA. Neste ano de 2023, as homenagens se tornaram mais especiais, pela comemoração do Centenário de Emancipação de Miraí.


A Comenda Ataulfo Alves foi criada por lei pela então vereadora Dra Maria Christina Werneck Baêsso para ser entregue em reconhecimento as ações excepcionais na área da Cultura, contribuindo para o prestigio e projeção de nossa cidade.

O título Guardião da Memória do ano de 2021– mais recente que a comenda surge para agraciar o idoso que de forma incansável contribuiu para a preservação da memória histórica e cultural de nossa cidade.


Marcaram presença varias autoridades como: Prefeito Municipal, Sr. Adaelson Magalhães, Vice-Prefeito Municipal Sr. José Ronaldo Milane, o Prefeito da Cidade de Ouro Preto, Sr. Angelo Oswaldo, Deputado Estadual, Sr. Carlos Henrique Alves da Silva, Deputado Federal, Paulo Abi Áquel que foi representado pelo Sr. Valter Mageste de Ornelas. presença também do Deputado Estadual, Leleco Pimentel, Vereadores da Câmara Municipal, Secretaria de Cultura e Turismo, Sra. Fabrícia Costa Ferraz Carboni, Secretaria de Educação, Sra. Maria Izabel Rossi Vernier Magalhães, Diretor Presidente da Energisa, Sr. Eduardo Montovane, Gerente da CBA Mirai, Sr. Cristian Fonseca Andrade, além do Cantor Adeilton Alves, filho de nosso mestre Ataulfo Alves e membros da Academia Miraiense de Letras.


A música ficou por conta da cantora Thaylis Carneiro, uma sambista consagrada no pais e que canta com muita excelencia as musicas de Ataulfo Alves.


As homenagens foram feitas com leitura do Currículo de cada personalidade, levando em consideração os pontos importantes de cada um.

As homenagens foram iniciadas com o título Guardião da Memória. Título esse que surgiu para agraciar o idoso que de forma incansável contribuiu para a preservação da memória histórica e cultural de nossa cidade.



Sra. ARINA FONTES ALMEIDA – nossa querida Dona ARININHA:


Ler é uma habilidade tão automatizada pelo nosso cérebro que, às vezes, a gente até se esquece que um dia não soube ler. Depois da alfabetização, é praticamente impossível olhar para um texto e não ler. A gente bate o olho e a mensagem já imediatamente chega no cérebro, não é verdade? Muito se fala sobre a revolução que a escrita representou para a raça humana enquanto civilização, mas o que seria da escrita sem a leitura? Ler é o que nos torna dispostos à conexão, à escuta e ao acolhimento. Não por coincidência, essas são grandes habilidades da nossa homenageada hoje.

Dona Arina é sinônimo disso tudo para muitas pessoas aqui. Professora alfabetizadora durante toda uma vida, sua marca sempre foi essa: a de trazer para perto, a de ouvir, a de estender a mão a quem a procurasse.

Nascida na Fazenda São João, bem aqui pertinho de Miraí, ela aprendeu com sua mãe, Dona Lecyra, o poder de aproximação da leitura. Dona Lecyra, para quem não a conheceu, também foi professora. Era professora leiga e tinha por hábito, trazer para dentro de sua casa pessoas que queriam aprender. Arininha teve, então, um forte exemplo e a quem puxar.

Tornou-se normalista aos 19 anos e logo iniciou aquilo que hoje reconhecemos como seu legado. Trabalhou 20 anos no Grupo Escolar Dr. Justino Pereira, onde seus 5 filhos (Sandra, Valéria, Saulo, Beto e João) também estudaram e foram alfabetizados.

Casou-se com o inesquecível Adelites, que mais tarde também se uniu a ela no ofício do ensino. Os dois viveram toda a vida aqui conosco, em Miraí, sendo sempre figuras de referência para nossa comunidade. Eram participativos, faziam trabalho voluntários, davam cursos para casais na Igreja, contribuíam com com a Asconcer, com o Hospital.

Dona Arina, Arininha, Madrinha. Não importa como você a conheça, a lembrança dela é sempre a mesma. Uma senhora elegante, distinta, amorosa e de generosidade tocante. Assim como sua mãe, sempre abriu as portas de sua casa para quem quer que precisasse. Os alunos, inclusos. Muitas foram as vezes que ela recebeu as crianças com maior dificuldade para dar uma aula de reforço ali mesmo na cozinha, junto com um pratinho de comida, um lanche ou um pouquinho de atenção. Às vezes, tudo que uma criança precisa é de um pouco mais de atenção. Esta é uma mulher que sempre teve a sensibilidade de perceber isso.

Além da sensibilidade, seu coração também sempre soube abrir espaço para aqueles que quisessem entrar. É por isso que hoje estamos aqui reunidos para homenageá-la, depois de mais de 27 anos de carreira e 83 de vida.

Uma vida cheia de frutos de sabedoria, de afeto, de comunhão. Uma vida a ser celebrada, lembrada e contada para quem está chegando agora e, nesse longo livro da vida, ainda vai aprender a ler.

À dona Arininha o município de Mirai honrou a grandeza dessa mulher tão espcial.



DONA TEREZINHA MURITO - NOSSA QUERIDA TITI.


Nascida em Miraí/MG no dia 08 de dezembro de 1936. É filha de Carmino Murito e Joana Bristolini. Titi, como é conhecida na cidade, iniciou sua vida laboral aos 16 anos de idade. Atualmente aos 86 anos guarda em sua memória aspectos de duas das mais importantes estruturas sócio econômica da história miraiense. Trabalhou na Fiação e Tecelagem (Empresa Mirahy de Fiação e Tecidos Affonso Alves Pereira) por nove (09) anos, sendo posteriormente transferida para a Fábrica Nova (Santa Cecília) onde trabalhou por 21 anos até se aposentar no dia 15 de maio de 1981.

No ano de 1982, dia 04 de maio, foi convidada por padre Pedro Schreurs para trabalhar na Secretaria da Igreja Matriz de Santo Antônio. Terezinha prestou serviços na administração dos Crúzios e a partir do ano de 1992, tendo a Diocese de Leopoldina retornado à administração da Igreja Matriz e suas comunidades filiais, Titi prestou serviços nas administrações de padre Plínio José Rodrigues, padre Carlos Alberto Borges, padre Edmilson Ferreira, Monsenhor Antônio Luiz da Silva, Monsenhor José Carlos Ferreira Leite, padre Agnaldo Ferraz, padre Edson José Ribeiro. Atualmente, presta serviços voluntários na secretaria paroquial, na administração de padre Jorge Luiz Passon.

No dia 04 de maio, quinta-feira, completou 41 anos de convivência em ambiente religioso.



HOMENAGEADOS COM A COMENDA ALTAUFO ALVES


Dra. MARIA CHRISTINA WERNECK BAESSO


Nascida em Mirai, filha do casal Wanir Lacerda Werneck e Maria Jose Silva Werneck. Casada com Dr. Geraldo Baêsso, mãe de três Filhos. Fillipi, Flavio e Tomáz.

Formada em filosofia e pós-graduada em psicopedagogia, trabalhou na rede estadual de ensino por 27 anos tendo lecionado as seguintes disciplinas: história, sociologia,

política brasileira e psicologia da educação.

Foi diretora da Escola Estadual Santo Antônio encerrando assim sua carreira de educadora.

Dra. Maria Christina também é formada em psicologia com especialização em clínica. Pós-graduada em terapia cognitiva comportamental de crianças e adolescentes, adultos e idosos e especialista em psicologia hospitalar. Atuando como psicóloga clínica na abordagem cognitivas em terapias individuais de casal e familiar.

De 2001 a 2004 ocupou a Câmara Municipal de Mirai no cargo de vereadora se especializando em ciências políticas pela UNB – Brasília. Dentre os projetos apresentados pela vereadora um teve destaque especial: O projeto de Lei que criou a comenda Ataulpho Alves.



Sr. ÂNGELO OSWALDO


Angelo Oswaldo de Araújo Santos é jornalista, escritor, curador de arte, advogado e gestor público. Cumpre o quarto mandato de prefeito municipal de Ouro Preto, MG.

Foi secretário de Estado da Cultura de Minas Gerais no Governo Itamar Franco (1999-2002) e no Governo Fernando Pimentel (2015-2018).

Exerceu, interinamente, o cargo de ministro da Cultura do Brasil, e dirigiu o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN, e o Instituto Brasileiro de Museus, IBRAM.

Dr. Ângelo tem para nós mirainense um enorme apreço e em sua secretaria durante o governo de Itamar Franco nos presenteou com as comemorações do Centenário do Mestre Ataulpho Alves, a construção do memorial e do mausoléu.



Dr. MAURO CRUZ


Morou em Miraí e criou um laço inseparável com esta cidade e sempre esteve com o coração voltado para Miraí. Graduado em odontologia, tornou-se especialista em duas áreas, cirurgia e ortodontia, mestre e doutor em ciências e tornou-se ainda empreendedor, poeta e escritor. Como escritor participa constantemente de projetos culturais na nossa região, sempre ligado às suas raízes. Como cidadão, sempre participou de diversos projetos de preservação física e cultural, incentivou e apoiou obras literárias sobre a sua história. Envolvido com atividades longe daqui, nunca se esqueceu desta terra. Com o Dr. Alfredo Pimenta, Presidente do Cosmo – Congresso Sul Mineiro de Odontologia, tradicional evento que há 54 anos, paralelamente às ciências, também cultua as artes, criaram a medalha Ataulpho Alves, entregue em belíssima e requintada cerimônia em Caxambu, à participantes de todo o Brasil e de Portugal. Na ocasião, foi feita homenagem especial à família de Ataulpho Alves e à sua última “pastorinha”, que lá compareceram. Foram agraciados com a comenda autoridades e cidadãos de Miraí. Também estiveram presentes como homenagem ao grande mestre do samba, presidentes de academias de artes e letras de várias cidades do Brasil. Dessa forma não só Atulpho Alves teve destaque, mas também o nosso “pequenino Miraí”, cujo nome correu pelo mundo afora. E, por fim, não podemos deixar de ressaltar o livro, Bem-vindo a Miraí -Projeto Turístico e Cultural, que Mauro Cruz elaborou para nossa cidade, em 2009. O livro demonstra sua preocupação e desejo de ver Miraí inserida em um contexto capaz de dar-lhe o devido e merecido destaque.

Mauro Cruz, não nasceu em Miraí, mas é Miraiense de coração!


Sr. JUCÉLIO MARIA


Miraiense e cidadão do universo. Professor de história e especialista em história africana e afro-brasileira e especialista em educação para as relações étnicos raciais cultural.

Trabalhando sempre em movimentos culturais, artísticos, sociais religiosos e juvenis com intuito de instrumentalizar o indivíduo a respeito de seu papel de construtor de uma sociedade com menos desigualdade e mais justiça social.

Poeta e palestrante de temas que contribuam na construção de um senso autocritico e um pensamento crítico capaz de formar cidadãos ativos na sociedade.

Ex vereador em juiz de fora com pautas voltadas para a garantias dos direitos das mulheres, negros, pessoas com deficiências e crianças e adolescentes.



Dr. CARLOS HENRIQUE

Carlos Henrique é natura do Rio de Janeiro, casado com Adailza Araújo Alves da Silva e está há 20 anos na vida pública.

Sua primeira eleição aconteceu em 2000 para vereador da capital mineira , Belo Horizonte, exercendo três mandatos consecutivos na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Carlos Henrique assumiu em 2023 seu 4º mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Diante da relevância de sua legislatura, a diretoria executiva da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), nomeou o Deputado Carlos Henrique como Vice-presidente de Assuntos Legislativos na Comissão das Cidades.

Carlos Henrique é um defensor dos direitos da família, por isso, luta por uma sociedade mais justa e fraterna.

Recebeu nos últimos tempos inúmeras condecorações e títulos de cidadão honorário, é um deputado atuante em nossa cidade sempre preocupado com nossas escolas e com a preservação de nossa cultura e patrimônio.



Dr. PAULO ABI-ÁCKEL


Paulo Abi-Ackel nasceu em 1963 em Belo Horizonte é advogado político brasileiro, do estado de Minas Gerais. É casado com Janaina Ortiga Abi-Ackele e pai de Nathália Abi-Ackel de Castro, Paulo Abi-Ackel Filho e Sofia Abi-Ackel.

Elegeu-se deputado federal em 2007 e obteve 4 mandatos consecutivo como deputado federal. É filho do advogado Ibrahim Abi-Ackel, que foi Ministro da Justiça e exerceu 10 mandatos como deputado.

Formado em direito pela Faculdade Milton Campos ,Paulo Abi-Ackel exerceu ativamente a profissão desde que se formou, com ênfase nas áreas de direito criminal e eleitoral. Foi sócio do escritório Abi-Ackel Advogados Associados, que dirigiu por mais de 20 anos, afastando-se em 2006 para assumir o recém conquistado mandato de deputado federal. Deixou a empresa com mais de 100 advogados e 50 estagiários que trabalhavam sob sua orientação direta. Por um período, foi membro substituto do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, nomeado na classe dos Juristas.

Seu interesse pela política começou ainda na infância, acompanhando a participação do pai, Ibrahim Abi-Ackel, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e no Congresso Nacional. Também teve a oportunidade de acompanhar a atuação do pai como Ministro da Justiça no governo do presidente João Figueiredo. Ibrahim Abi-Ackel teve ampla atuação como deputado estadual por três legislaturas (1963 e 1975) e grande destaque na Câmara Federal de 1975 a 2006.

Paulo Abi-Ackel conquistou as mais relevantes condecorações mineiras por serviços prestados à população. Recebeu, da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), a medalha “Alferes Tiradentes” e do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG), a medalha da “Ordem do Mérito Imperador D. Pedro II”. Foi condecorado também com a Medalha da Inconfidência Mineira e do Dia do Estado de Minas. Sendo assim, ele recebeu nossa maior honraria a Comenda Ataulfo Alves por relevantes ações realizadas nos últimos anos em nosso município.


Sr. FERNANDO MOREIRA


Nasceu em mirai 1933, filho de Lincom Moreira e Alzira Ciribelli Moreira casou-se com Eulina Vieira Moreira, filha do Sr. Nelson Vieira, mora em Cataguases, pai de três filhos: Cristina, Fernando e Marcelo, tem 7 netos e 4 bisnetas.

Formou-se em História em 2004 pela FIC Cataguases, com objetivo de adquirir subsídios para pesquisas históricas. Também formado em administração de empresas e contabilidades. Iniciou seus estudos em Mirai no Grupo Escolar Dr. Justino Pereira passando para o Ginásio Santo Antônio, mas terminando seus estudos secundários no Rio de janeiro onde foi morar nos anos 50 voltando a Mirai para o seu primeiro emprego no escritório de café de Afonso Alves Pereira. Aprovado no concurso do Banco do Brasil foi morar no Rio grande do Sul.

Fernando Moreira e escritor memorialista, autor do Livro sobre o Hospital de Mirai e sobre a história de Mirai. Também escreve memorias de Cataguases.


Cada homenageado recebeu placas e medalha comemorativa do centenário das mãos dos homenageados do ano de 2022.


Após o encerramento, todos os presentes participaram de um delicioso jantar.


Miraí é uma cidade mineira e com muita “mineiridade”. Para entendê-la, é preciso deixar fluir e promover um encontro entre passado e presente, a poesia e o encantamento, e saber ir além das palavras.

Muito se falou sobre Miraí, seja por meio de suas animadas festas, de suas lindas casa, de suas praças, da Igreja Matriz, das fazendas, da estação ferroviária e de tantas outras referências consideradas seu patrimônio.

Além disto, o Patrimônio Cultural de Miraí é ainda mais enriquecido pelo nome de Ataulfo Alves, um dos maiores sambistas e compositor da música popular brasileira.


O município foi criado em 7 de Setembro de 1923.

Nossa urbe constituída sob os pilares do trabalho nas fábricas e nas fazendas de café, no ano de 2023 comemora o seu aniversário com um novo olhar ...

Um olhar garantidor para as gerações futuras de um lugar harmonioso e com uma herança cultural que ajudará a preservar nossa identidade.

Em um mundo marcado pela velocidade das mudanças que tem produzido nas cidades uma sensação de vazio e ante a perda de memória e o esquecimento, aparecem aguerridas iniciativas como a de se comemorar o aniversário de uma cidade centenária com intuito de se preservar nosso patrimônio cultural.





GUIA MIRAI













Commentaires


bottom of page