top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

CONSUMO EXCESSIVO DE PIPOCA DE MICROONDAS PODE CAUSA ALZHEIMER.



Estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), da Universidade de São Paulo (USP), reforça a relação entre consumo em excesso de pipoca de micro-ondas e o desenvolvimento do Mal de Alzheimer. Os resultados foram divulgados nesta segunda-feira (4) pela instituição. “Cientistas identificaram moléculas associadas ao Alzheimer no cérebro de ratos que consumiram durante 90 dias seguidos o diacetil, composto responsável por dar o aroma e o gosto amanteigado à pipoca de micro-ondas. O resultado da pesquisa reforça a tese de que o consumo regular e em altas concentrações da substância pode gerar danos cerebrais”, diz trecho de nota à imprensa. O diacetil afetou tanto ratos machos quanto fêmeas, e parte das regiões do cérebro atingidas são comprometedoras, como o hipotálamo. “Até então, não se sabia exatamente quais os possíveis efeitos e modificações que o composto poderia gerar no cérebro de organismos vivos, existem poucos estudos nesse sentido, ainda é um universo pouco explorado. Além disso, alguns trabalhos utilizam quantidades absurdas do composto, até 50 vezes maiores que a nossa, o que facilita o aparecimento de problemas. O que nós fizemos foi utilizar concentrações de diacetil mais próximas do que seria um consumo diário normal”, detalha o pesquisador. Você tem costume de comer muita pipoca?



GUIA MIRAI por O Tempo

Comments


bottom of page