top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

UBÁ: MORTE DE CRIANÇA COM SUSPEITA DE DENGUE É INVESTIGADA


Em Ubá, a morte de uma criança, registrada em 24/01, que não teve a idade informada, está sendo investigada. O caso é considerado suspeito. Na região de Juiz de Fora já contabiliza seis mortes suspeitas por dengue em 2024. Conforme o painel de monitoramento de arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), os municípios de Piau, Tocantins e Ubá possuem, cada um, uma morte suspeita e, em Cataguases, dois óbitos estão em investigação.


No município de Barbacena há também um óbito cuja causa pode ser a doença. O caso está sendo apurado, entretanto, ainda não consta no painel do estado. O número de falecimentos suspeitos na região, em janeiro, já é seis vezes maior do que o mesmo período de 2023. Conforme o painel, no ano passado, até a quinta semana epidemiológica, apenas um óbito suspeito por dengue na região foi registrado.


Até 29/1, Minas Gerais registrou 64.724 casos prováveis (casos notificados, exceto os descartados) de dengue. Desse total, 23.389 casos foram confirmados para a doença. Até o momento, há um óbito confirmado por dengue no estado e 35 estão em investigação. Em relação à febre Chikungunya, foram registrados 8.682 casos prováveis da doença, dos quais 6.206 foram confirmados. Até o momento, um óbito foi confirmado por Chikungunya em Minas Gerais e dois estão em investigação.


Quanto ao vírus Zika, até o momento, foram registrados oito casos prováveis e um foi confirmado. Ainda não há casos confirmados da doença. Também não há óbitos confirmados ou em investigação por Zika em Minas Gerais. Boletim SES.


GUIA MIRAI

(por Jornal Ubaense)

Comments


bottom of page