top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

PAI MATA FILHA COM FACADA NO INTERIOR DE MINAS POR CAUSA DE CHORO DO NETO


O autor do crime procurou a delegacia, mas versão da mãe e do pai são diferentes



Um pai matou a filha a facada em Itabirinha, na tarde deste domingo (11/6). Tudo começou com uma briga entre os dois, que, segundo relatório da polícia, já viviam em constantes atritos. João Luiz da Silva, 55 anos, procurou a Delegacia de Polícia Militar momentos após o homicídio para relatar o ocorrido. De acordo com a PM, ele cheirava a álcool. Ele é responsável por matar a filha, Gracielle Pereira Torres da Silva, 21 anos, com um golpe de faca. A vítima morava com os filhos na casa do pai e da mãe.


João Luiz contou que Gracielle era envolvida com tráfico de drogas e, por isso, sempre brigavam. Ele afirmou ser sempre agredido por ela e que, na data da morte, não foi diferente. Em seu relato, disse que o neto começou a chorar e que a filha não deu ouvidos. O pai, então, diz ter chamado a atenção dela para que cuidasse da criança e que, em seguida, ela teria xingado o autor do crime e pegado um pedaço de madeira para bater nele. João Luiz alega que pegou uma faca para se defender e, durante o embate, acertou um golpe no peito de Gracielle. O autor ainda relatou que, depois de esfaquear a filha, lavou o sangue da faca e foi para o quartel da PM. A testemunha Maria Del Carmen de Pereira Torres, mãe da vítima e que presenciou o ocorrido, contou uma versão diferente. Segundo Maria, após o marido questionar a filha do casal sobre a criação das crianças, João Luiz começou a xingá-la. Gracielle então levantou e começou a responder o pai.


Ainda segundo a mãe, Gracielle disse que iria embora, pois não aguentava mais conviver na companhia do autor, que em seguida ficou irado e passou a agredir a filha com um pedaço de madeira. Em dado momento ela conseguiu segurar e tomar o pedaço de madeira da mão do autor. Ele, em seguida, foi até a cozinha e pegou uma faca. Segundo Maria del Carmen, quando tentou esfaquear a vítima pela primeira vez, a vítima desviou e o golpeou com um pedaço de madeira, mas, logo em seguida, João Luiz conseguiu esfaqueá-la no peito. A vítima foi socorrida no pronto atendimento do Hospital São Lucas de Itabirinha, onde acabou morrendo. A reportagem do Estado de Minas tentou entrar em contato com a Delegacia de Polícia de Governador Valadares, que está responsável pelo caso, para saber se o autor do crime está preso, mas não teve resposta até o momento.

GUIA MIRAI

(GUIAVRB; ESTADO DE MINAS)



Comentarios


bottom of page