top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

OMS: MAIS DA METADE DO MUNDO ESTÁ EM ALTO RISCO PARA SURTO DE SARAMPO


O sarampo afeta principalmente crianças pequenas. OMS alerta que surtos podem ser evitados caso medidas preventivas urgentes sejam tomadas.



Mais da metade dos países encontram-se em situação de risco alto ou muito alto de ter surtos de sarampo até o final de 2024, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (20/2).


“O que nos preocupa é que este ano, 2024, temos grandes lacunas nos nossos programas de imunização e se não as preenchermos rapidamente com a vacina, o sarampo irá simplesmente saltar”, afirmou a consultora técnica sênior sobre sarampo e rubéola da OMS, Natasha Crowcroft, durante uma coletiva de imprensa.


“Podemos ver, a partir dos dados produzidos com dados da OMS pelo CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA), que mais da metade de todos os países do mundo estarão em risco alto ou muito alto de surtos no final deste ano”, disse.


O sarampo é uma doença altamente contagiosa, transmitida pelo ar, e que atinge principalmente as crianças menores de 5 anos de idade. A vacinação é a principal forma de prevenir a doença, mas as baixas taxas de imunização preocupam autoridades internacionais.


As coberturas vacinais insuficientes possibilitaram que os casos de sarampo aumentassem 79% em 2023, de acordo com a OMS.


O Reino Unido declarou, no fim de janeiro, um alerta nacional para conter o surto de sarampo em cidades britânicas. Em muitos locais, o percentual de crianças vacinadas está abaixo de 65%.


Medidas urgentes de proteção

Ainda na coletiva de imprensa desta terça, Natasha pediu o compromisso dos governos para proteger as crianças. “Tivemos muitos surtos de sarampo em todo o mundo e os países de rendimento médio sofreram muito. Estamos preocupados que 2024 se pareça com 2019”, alertou a consultora da OMS.


GUIA MIRAI

(por Metrópoles)



Komentar


bottom of page