top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

MIRAI: COSTUREIRA SERÁ INDENIZADA POR EXPLOSÃO DE BOTIJÃO DE GÁS


Ela vai receber R$ 200 mil após decisão em segunda instância do TJMG



Uma costureira, residente em Miraí, será indenizada em R$ 200 mil após um botijão de gás explodir na casa dela. A Justiça considerou que a distribuidora, que não teve nome informado, foi responsável pelo acidente que levou a mulher ao hospital e a deixou com cicatrizes e sequelas.


A decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) considerou que a empresa deveria indenizar a mulher por danos estéticos e morais e ampliou os valores iniciais de indenização que haviam sido decididos em primeira instância e que somados chegavam a R$ 140 mil.


No processo, a costureira afirmou que a explosão aconteceu devido ao vazamento em um botijão de gás que havia sido instalado pela distribuidora. A empresa contestou e alegou que a consumidora havia colocado o botijão em local inadequado, mas a versão não foi aceita.


No dia do acidente, a mulher precisou ser levada ao Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde passou por cinco cirurgias. Ela acrescentou que o episódio deixou cicatrizes e sequelas psíquicas permanentes.


Para a Justiça, ficou comprovado, de forma documental, que a empresa foi a responsável pela instalação do botijão e que, neste caso, caberia indenização à costureira.


GUIA MIRAI

(Por G1 Zona da Mata)

Commentaires


bottom of page