top of page
  • Foto do escritorGUIA MIRAI

Aedes aegypti: Zona da Mata e Vertentes registram quase 200 casos prováveis de dengue em 2022.



Os municípios da Zona da Mata e Campo das Vertentes registraram 192 casos prováveis de dengue desde o início de 2022. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgado na quarta-feira (23). De acordo com a SES-MG, os números são acumulados de 1º de janeiro a 22 de março de 2022 e dizem respeito à incidência do Aedes aegypti nos municípios mineiros. O mosquito é o transmissor da dengue, zika e chikungunya.


Ainda segundo a pasta, foram confirmadas 34 notificações de chikungunya nas regiões e 2 de zika. (Veja abaixo tabela de casos das doenças).




Dengue: Conforme com o boletim divulgado pela SES-MG na quarta-feira, os casos prováveis de dengue foram registrados em 27 cidades das regiões. Ubá lidera o ranking com 49 notificações, seguida por Pequeri (25) e São João del Rei (18). Nenhum óbito foi registrado em 2022.


Chikungunya e zika: Em relação à chikungunya, há registros de casos prováveis em Bicas, Espera Feliz, Juiz de Fora, Muriaé, Pirapetinga, Piraúba, Santa Cruz de Minas, São João Nepomuceno e Ubá. Além disso, dois casos prováveis de zika foram contabilizados em Ubá.





Minas Gerais: Confira abaixo os números da dengue, chikungunya e zika em Minas Gerais em 2022:


GUIA MIRAI por SES-MG


Opmerkingen


bottom of page